Plan International Brasil 11 4420.8084

18 dias de ativismo

Tempo de leitura: 2 minutos

18 dias de ativismo

Plan participa de ações de mobilização e eventos nos 18 dias de ativismo pelo enfrentamento às violências sexuais contra crianças e adolescentes na Bahia

Maio é o mês que marca o enfrentamento às violências sexuais contra crianças e adolescentes no Brasil com destaque para o dia 18, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A Plan International Brasil está realizando uma série de ações de mobilização e eventos com parceiros na Bahia para chamar a atenção da sociedade para as violências enfrentadas diariamente por meninas e meninos, entre elas o abuso e a exploração sexual. Segundo dados do Balanço Disque 100, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em 2017 o Brasil registrou 18.490 denúncias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, sendo 1.180 só na Bahia.

As próximas iniciativas estão concentradas em Mata de São João, Camaçari e Ilha de Itaparica e têm foco na formação de professores, no diálogo sobre a impunidade e na conscientização da sociedade sobre o abuso e a exploração sexual. A Bahia é a sede do projeto Down To Zero, organizado pela Plan para prevenção e enfrentamento à exploração e ao abuso sexual de crianças e adolescentes.

Na última terça-feira, 14, a Plan e a Uber lançaram juntas um game como parte do projeto “Parceiro da Cidadania” para conscientizar os motoristas parceiros do aplicativo sobre como identificar e denunciar casos de exploração sexual e tráfico humano em Salvador. O evento ocorreu na sede do Ministério Público da Bahia. “Os motoristas vão ter a possibilidade de saber mais sobre direitos humanos e quem são os públicos vulneráveis, especialmente as meninas e mulheres, quais são os canais de denúncia, como agir e a quem recorrer caso se vejam diante de um caso de violência sexual e tráfico de pessoas”, diz Sara Regina de Oliveira, gerente de projetos da Plan na Bahia.

Outro momento de destaque foi o Festival Faça Bonito, que está na quarta edição. Cerca de 300 adolescentes mobilizadores e mobilizadoras do projeto apresentaram seus produtos de mobilização utilizando as linguagens artísticas e de educomunicação, levando o tema do enfrentamento à exploração sexual para 400 outros adolescentes.

Confira a agenda dos eventos:

18 de maio, sábado

9h – Formação com professores/gestores da Ilha de Itaparica sobre violências sexuais contra crianças e adolescentes – Ilha de Itaparica

22 de maio, quarta-feira

9h às 12h– Roda de diálogo sobre impunidade aos agressores/as de crianças e adolescentes com a rede de proteção de Camaçari – Fórum Clemente Mariani – Camaçari

23 de maio, quinta-feira

9h às 12h – Seminário sobre violências sexuais contra crianças e adolescentes com profissionais da Rede de Proteção de crianças e adolescentes da Itaparica – Casarão Solar do Reino, Ilha de Itaparica

10h – Ação de mobilização dos grupos mobilizadores do Raimundo Sacramento no Seminário da Ilha de Itaparica