Plan International Brasil 11 4420.8084

Plan International Brasil durante a pandemia de COVID-19

Tempo de leitura: 2 minutos

Plan International Brasil durante a pandemia de COVID-19

Confira comunicado de nossa diretora nacional sobre as atividades da organização durante período de quarentena imposto pelo avanço do coronavírus no país

Criança com máscara lendo um livro

Caras/os parceiras e parceiros,

Devido ao delicado momento que o país atravessa, provocado pela pandemia de COVID- 19, a Plan International Brasil tem implementado ações para proteger colaboradores e colaboradoras, parceiros e parceiras, e principalmente as crianças e adolescentes participantes de nossos programas e projetos.

No dia 16 de março, foi anunciada a interrupção das aulas em diversos municípios onde atuamos. Os estados de São Paulo, Piauí e Maranhão já suspenderam as aulas, e muitos outros devem anunciar a mesma medida em breve.

Por isso, comunicamos que a partir de ontem, 18 de março, nossos projetos estão gradualmente suspendendo suas atividades e a partir do dia 23 de março, nos somando aos esforços para conter o avanço da pandemia, suspenderemos temporariamente todas as atividades de campo de nossos projetos no Maranhão, Piauí, Bahia e São Paulo.

Informamos também que as equipes de nossos escritórios trabalharão em regime de home office a partir dessa mesma data (23 de março), mantendo a maior parte de suas atividades de forma remota. Frisamos que continuamos atentas/os para identificar maneiras de contribuir na resolução desse cenário desafiador, que impacta diretamente o bem-estar das crianças e adolescentes inscritos nos projetos da Plan.

Para atualizações, fique atento às informações que divulgaremos em nossas redes sociais (Instagram, Facebook, LinkedIn e Twitter) e no site plan.apikistage.com.

Sabemos que este é um período cheio de desafios, mas acreditamos que também seja o momento de exercitar a empatia, a generosidade e o espírito colaborativo. Juntas e juntos podemos superar os efeitos dessa pandemia e seguir lutando pelos direitos das crianças, especialmente das meninas.

Contamos com seu apoio e compreensão!

Atenciosamente,
Cynthia Betti
Diretora Executiva